Artigos Mais Lidos

Os Movimentos E Os Traços Na Imagem Holística

[caption id="attachment_758" align="alignleft" width="200"]O Corpo Em Letras - Modelo: Rilda - Arte Digital: Henrique Vieira FilhoO Corpo Em Letras – Modelo: Rilda – Arte Digital: Henrique Vieira Filho[/caption]O traço é um movimento e a evidência da disposição da mente na construção das imagens holísticas. Por isso, sua interpretação é a mais difícil de ser conquistada.

Seu caráter sério tem como contrapartida o acesso espontâneo ao universo do cliente. É o exórdio de uma arte expressiva de observação e interpretação que possibilita a avaliação dos aspectos emocionais e comportamentais, ou seja, a Imagem Holística, que é uma técnica voltada para o estudo de fins terapêuticos e que pode ser aplicada com aplomb em qualquer cliente adulto. A Imagem Holística é uma técnica que têm outras finalidades além de um simples teste. Sua metodologia não tem o objetivo da técnica projetiva desenvolvida para testes, diagnósticos, tipos psicológicos, etc.

 

O Corpo Em Letras - Modelo: Rilda - Arte Digital: Henrique Vieira Filho
Read Time:14 Minute, 31 Second

O Corpo Em Letras - Modelo: Rilda - Arte Digital: Henrique Vieira Filho
O Corpo Em Letras – Modelo: Rilda – Arte Digital: Henrique Vieira Filho
O traço é um movimento e a evidência da disposição da mente na construção das imagens holísticas. Por isso, sua interpretação é a mais difícil de ser conquistada.

Seu caráter sério tem como contrapartida o acesso espontâneo ao universo do cliente. É o exórdio de uma arte expressiva de observação e interpretação que possibilita a avaliação dos aspectos emocionais e comportamentais, ou seja, a Imagem Holística, que é uma técnica voltada para o estudo de fins terapêuticos e que pode ser aplicada com aplomb em qualquer cliente adulto. A Imagem Holística é uma técnica que têm outras finalidades além de um simples teste. Sua metodologia não tem o objetivo da técnica projetiva desenvolvida para testes, diagnósticos, tipos psicológicos, etc.

 

Segundo o grafólogo espanhol Augusto Vels (1917-2000) “O movimento é a manifestação do nível de vitalidade e dinamismo das funções físicas, psíquicas e mentais da pessoa, em seus sentimentos e ideias, desejos, e em sua conduta. O movimento é como o selo temperamental de cada pessoa, é a estrutura básica e constitucional do indivíduo, abrange o temperamento, a tensão e o dinamismo das pulsões vitais que são, em suma, os estímulos internos condicionantes do pensamento, do sentimento e da ação.” ¹

Os movimentos dos traços são feitos com um lápis número 2 de cor preta. A escolha da cor preta para o tracejar se justifica por ser a que melhor contribui para a qualidade e interpretação dos movimentos dos traços pelo Terapeuta, que conseguirá pistas rápidas e probabilidades das principais tendências do predomínio comportamental do cliente. Os movimentos dos traços mais significativos são:

TIPOS DE TRAÇOS DAS IMAGENS

PREDOMÍNIO

1. GROSSO

MATERIALISTA

2. DELGADO

SEM PRESENÇA

3. RÍGIDO

INFLEXÍVEL

4. FRACO

INSEGURO

5. DUPLO

CAUTELOSO

6. TRIPLO

VALORIZAÇÃO DO SOCIAL

7. DESCONTÍNUO

DECIDIDO

8. CONTÍNUO

INDECISO

9. PONTILHADO

NÃO EXPERIENCIA

 

1. TRAÇO GROSSO

PREDOMÍNIO: MATERIALISTA

EMENTA: boa memória. Limitações para lidar com assuntos religiosos e espirituais.

AVALIAÇÃO:

a. Acredita que já atingiu o máximo.

b. Detentor de uma metodologia que deu certo.

c. Senso de integridade com controle físico e mental.

2. TRAÇO DELGADO

PREDOMÍNIO: SEM PRESENÇA.

EMENTA: está no desuso da habilidade de criar para si paradigmas e precisa ser elogiado(a).

AVALIAÇÃO:

a. Sente conforto na condição de ser conduzido (a).

b. Está seguindo a orientação do outro ou não existe confiança na autodireção.

c. Está alimentado(a) pela crença de que a direção externa é a melhor escolha.

d. Neste traço, o propósito do Terapeuta deverá se voltar para motivar no cliente o sentimento do direcionamento do que é necessário e possível.

3. TRAÇO RÍGIDO

PREDOMÍNIO: INFLEXÍVEL

EMENTA: austero(a) no cumprimento do estabelecido e minucioso(a) com os princípios éticos.

AVALIAÇÃO:

a. Se exige muito e tem compromisso severo consigo.

b. Revisa tudo tendo em vista que cada um dos seus movimentos precisa estar de acordo com o plano de requisitos, exigências e detalhes, por ele(a) próprio(a) estabelecido.

c. Perseverante e autoconfiante.

d. O Terapeuta tem a definição do traço rígido quando o todo do traço forte é vincado.

4. TRAÇO FRACO

PREDOMÍNIO: INSEGURO

EMENTA: com dificuldade para arrostar, pois acredita que deve fazer o que o outro espera.

AVALIAÇÃO:

a. A crença é a de que sempre tem que solicitar auxílio.

b. Ênfase na aprovação e no reconhecimento dos outros.

c. Mais receptivo do que ativo.

d. Medo da punição por ter feito algo (bom ou mau).

e. Neste traço, o Terapeuta deve evidenciar as qualidades do cliente.

5. TRAÇO DUPLO

PREDOMÍNIO: CAUTELOSO

EMENTA: procede com cautela. Cuidadoso e prudente. A evidência de duplicidade no traço é o paralelismo.

 

AVALIAÇÃO:

a. Necessidade de se manter com cautela e na defesa.

b. A terapêutica deve ser dirigida para a conquista da naturalidade e da espontaneidade.

6. TRAÇO TRIPLO

PREDOMÍNIO: VALORIZAÇÃO DO SOCIAL

EMENTA: experiencia uma grande preocupação com as maneiras habituais e com àquilo que socialmente é aceito.

AVALIAÇÃO:

a. Criativo, mas precisa se autoqualificar tanto no sentido da capacitação quanto na habilidade.

b. Memoriza qualificações, nomes, adjetivos, e vive segundo aquilo que marcou como sendo a opinião externa em relação a si.

c. Tem pré-conceito em relação a si, por que ouviu, ou por que assimilou.

d. Neste traço, o Terapeuta deve provocar o cliente de: “invasor” e “muito atrevido”. Dete modo, poderá ser ativada da sua autoqualificação.

7. TRAÇO DESCONTÍNUO

PREDOMÍNIO: DECIDIDO

EMENTA: decide entrar em ação rapidamente. O traço descontínuo é aquele onde existe espaço entre o movimento do traço.

AVALIAÇÃO:

a. Não hesita para entrar em ação.

b. Confia no que faz.

c.Age com confiança em si e evita criar problemas para os outros.
d.Dificuldade com a socialização.

8. TRAÇO CONTÍNUO

PREDOMÍNIO: INDECISO

EMENTA: revela hesitação em encontrar seu caminho se não tiver a referência do outro. Seus valores são aqueles que não correspondem necessariamente aos que vigoram na sociedade atual e da qual participa.

AVALIAÇÃO:

a. Compromisso de fazer o que “acha” que o outro quer.

b. Compromisso e fidelidade àquilo que imaginou ser expectativa do outro.

c. Precisa de estímulo para conseguir exercer com tranquilidade a ação de autofavorecimento.

d. Está pedindo liberdade para fazer segundo a sua maneira ou a partir das próprias convicções.

9. TRAÇO PONTILHADO

PREDOMÍNIO: NÃO EXPERIENCIA

EMENTA: a característica básica desse cliente é de passar por cima, abandonar, e não experimentar.

AVALIAÇÃO:

a. Tendência a não ir até o estágio da satisfação.

b. Dificuldade de continuar. As coisas são passadas, sobrepostas, abandonadas, largadas, e dadas como prontas antes da conclusão.

c. Tem a sensação de ter os seus ombros retos e grandes, mesmo que sejam inclinados.

d. Neste traço, a terapêutica inicial é a de descobrir o jeito próprio de ativar o estilo pessoal do cliente.

 

Assim, e através dos movimentos dos traços, são estudados os aspectos gerais que se desdobram: na distribuição, na forma, nas interpretações básicas, específicas, e nas leituras complementares. Estes recursos podem ser aplicados em separado ou em conjunto, contudo, devem ser validados pela Escuta Holística, pelo Observatório do Terapeuta, e sumarizados no Relatório Holístico.

 

Neste contexto, e através dos movimentos dos traços no momento em que são feitos, são investigados em princípio, o ritmo e a realização da vontade livre e consciente, o conteúdo apreendido pelos sentidos, pela memória ou pelo pensamento, os comportamentos e as emoções.

 

¹ Cunha José Carlos de Almeida. Grafologia 1ª edição, pg.30. IMgrafo-Instituto Mineiro de Grafologia. Belo Horizonte. 2004. Tradução da obra de Augusto Vels “Grafologias Estrutural Y Dinâmica” (1977).

Para saber mais: www.holopedia.com.br

 

 

>Raimundo Amim Lima Haddad - CRT 38326 - Terapeuta Holístico

Raimundo Amim Lima Haddad – CRT 38326 – Terapeuta Holístico, trabalha com Reiki, Calatonia, I Ching, Florais, Terapia Corporal e Fitoterapia, dentre outras técnicas.

[email protected]

 

No registro psíquico, acredita-se que os traços da boca compõem um código repleto de sinais capazes de revelar aspectos que podem ou não ser conscientes, dentre os quais podemos destacar: satisfação pessoal, realização interna, sentimentos de liberdade, etc. Por outro lado, ostraços dos lábios revelam uma interpretação possível da afetividade, amorosidade, objetividade e interesses pessoais, e os traços da língua podem indicar os movimentos da busca do prazer, satisfação ou insatisfação.

A ciência moderna define a boca como a primeira parte do sistema digestório, constituída por uma cavidade que se comunica com o exterior pelo vestíbulo (porção periférica compreendida entre os arcos dentais, os lábios e a bochecha), e com a laringe, pelo istmo das fauces(abertura através da qual a cavidade da boca se comunica posteriormente com a faringe). A base da cavidade está ocupada pela língua, e o lábio, como sendo o relevo que ocupa as duas margens da boca.

A leitura a seguir também é baseada na acognosia e sugere algumas das proposições mais simples de atitudes comportamentais, em conjugação com o somático, dos pontos de vista objetivo, subjetivo e psíquico, sendo uma adição necessária para a técnica “Análise da Imagem Holística do Cliente,” facilmente encontrada no site www.holopedia.com.br

Tem como objetivo acrescentar recursos para facilitar a análise e a interpretação dos mais recorrentes traços de boca que podem ser revelados nas imagens do cliente. As expectativas são de aproximadamente noventa por cento de exatidão possibilitando assim, revisões constantes.

I-Ausência do traço da boca: pode revelar um cliente que tem a característica de ser incapaz a qualquer satisfação pessoal e que está no auge da dependência. Mesmo que o cliente esteja bem sucedido, poderá está numa condição de vida onde o necessário e o possível deve ser feito somente para o outro. Assim, o impossível é atraído para si. Seu maior desafio poderá ser o de não se deixar levar pela posição de sucesso na vida.

É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. II – Boca em traço reto (__): pode revelar um cliente que tem a característica de está sendo conduzido pelo movimento coletivo, ou seja, o seu desejo individual de diferenciação é a procura de adequação às normas do grupo social ao qual pertence ou deseja pertencer. Seu maior desafio poderá ser o de descobrir seus próprios propósitos.

III- Boca em traço em forma de meia lua: pode revelar um cliente que tem a característica de se envolver e assumir como se fossem seus,acontecimentos que para si são sempre surpresas. A princípio, não sabe dizer do que gosta nem do que quer, mas tem capacidade muito grande de ser seduzido. Seu maior desafio poderá ser o de retomar a leitura de valor para si mesmo.

É possível que seu navegador não suporte a exibição desta imagem. IV- Boca em traço em forma de meia lua invertida: pode revelar um cliente que tem a característica de saber o que quer, mas não saber onde está o que quer. Seu maior desafio poderá ser o de definir metas e compromissos a serem assumidos.

V- Boca em traço intermitente (—-): pode revelar um cliente que tem a característica de gostar de ficar num posto de observação e não se integrar tendo também limitações em saber o que quer. Suas prováveis palavras de ordem: “pode ser”, “é uma possibilidade”, “talvez”, “vamos ver”, etc. Seu maior desafio poderá ser o de organizar e definir sua meta.

VI- Boca sorriso (traço em forma meia lua na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta): pode revelar um cliente que acredita que está num bom momento da sua vida, mas isso, antes de tudo, não passa de um grande esforço, pois nem sempre o sorriso significa felicidade, cordialidade ou boa acolhida. Vale ressaltar que em se tratando de gesto, é quase impossível falar com alguém durante certo espaço de tempo sem sorrir, mesmo que a outra pessoa seja um inimigo. As pessoas também sorriem sarcásticas, irônicas ou compassivamente. Seu maior desafio poderá ser o de não fazer segredo dos seus incômodos.

VII- Boca triste (traço em forma meia lua invertida na horizontal com um pequeno traço diagonal em cada ponta): pode revelar um cliente que tem como característica a lei do maior esforço. Quanto mais obstáculos para superar mais prazer sentirá para atingir o objetivo. Seu maior desafio poderá ser o de abandonar a obrigatoriedade de ser muito competente.

VIII- Boca estribo (? traço reto sob o semicírculo): pode revelar um cliente com grande disponibilidade para o externo. Seu maior desafio poderá ser o de disponibilizar para o outro o que é necessário para si.

IX- Boca estribo invertido (traço reto e sobre o semicírculo): pode revelar um cliente com limitações de fazer uso de suas habilidades. Seu maior desafio poderá ser o de desenvolver sua capacitação.

X-Boca tipo triângulo ? ?: pode indicar um cliente que se disponibiliza para tudo, mesmo não sendo necessário ou possível. Seu maior desafio poderá ser o de vencer o medo de que, se não se disponibilizar espontaneamente, não terá importância.

XI- Boca zangada (traço superior e inferior dos lábios formando a boca, com a língua para fora): pode indicar um cliente que acredita que não tem presença. Seu maior desafio poderá ser a sua aceitação no seu meio de convívio.

XI – Boca marca de beijo (traço superior e inferior dos lábios formando a boca com um semicírculo entre os mesmos): pode indicar um cliente romântico e criador de ilusões. Seu maior desafio poderá ser o de não conseguir sair do lirismo para enfrentar a realidade.

XIII- Boca ferradura (traço de formas [U ?] com ou sem dentes): pode indicar um cliente que tem como antídoto para a sua ansiedade o fato de ser simplesmente atendido. Pode também revelar também um cliente que geralmente dissimula conscientemente. Seu maior desafio poderá ser o não de perceber que está sob observação.

“A boca do insensato é sua ruína, e seus lábios, uma armadilha para si mesmo”. Provérbios 18:7

Afirmamos que é provável a possibilidade da revelação de uma centena de formatos de bocas nas imagens feitas pelos próprios clientes

Para saber mais: www.holopedia.com.br

0 0

About Post Author

Henrique Vieira Filho

Henrique Vieira Filho é artista plástico, escritor, jornalista e terapeuta holístico. Nas artes, é autodidata e seu estilo poderia ser classificado como surrealismo figurativo.Por mais de 25 anos, esteve à frente da organização da Terapia Holística no Brasil, sendo presença constante nos meios de comunicação. Elaborou as normas técnicas e éticas da profissão, além de ser autor de dezenas de livros e centenas de artigos, que são adotados como referência em vários países.
Happy
Happy
0 %
Sad
Sad
0 %
Excited
Excited
0 %
Sleppy
Sleppy
0 %
Angry
Angry
0 %
Surprise
Surprise
0 %

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *